terça-feira, 2 de dezembro de 2014

Chez Marta entrevista: Hortelã Doce





A Hortelã Doce surgiu quando me deparei com o desemprego, há precisamente um ano. A minha avó de 82 anos, doceira de uma vida, embarcou na aventura de ser o meu braço direito neste projecto e sem ela tudo isto não seria possível. A Hortelã confecciona doces & salgados para venda e agora muito recentemente lancei o blog e o instagram Hortelã Doce com a inovação da partilha de receitas (até então só havia página do Facebook). 

Desde quando a paixão pela culinária? 
Sempre gostei de cozinhar, mas talvez desde os 24 é que comecei a criar um gosto intenso e uma paixão enorme pela cozinha e especialmente pela doçaria.

Blogs favoritos
Tenho alguns que me inspiram mas não há nenhum que siga com graaaaande atenção. E a minha avó não tem blog :)))

Quais são as suas inspirações culinárias? 
Inspira-me métodos complicados! Acho que é a ambição de querer saber sempre mais. Acho uma obra de arte o tempo e dedicação que os chefes dão a cada ingrediente, a cada prato. Inspira-me os conhecimentos que eu (ainda) não tenho.

Qual é a receita de que mais se orgulha? 
Brownies.

Receita com mais sucesso no blog? 
Neste caso a receita com mais sucesso de vendas, os brownies da Hortelã Doce!

Prato favorito da Cozinha Portuguesa? 
Francesinha, bacalhau à brás, bacalhau à lagareiro, arroz doce... era só um prato??

Prato ou Cozinha Internacional favorito/a? 
Gosto muito de comida mexicana.

Ingrediente favorito? 
Ovos. Não me podem faltar ovos!!!

Especiaria favorita? 
Pimenta. 

Diga-nos, o que é que nunca cozinhou mas gostaria de cozinhar? 
Não sei porque se quero fazer alguma coisa eu faço, eu tento e volto a tentar... neste momento não tenho nada em lista de espera. Tinha os Macarons mas estes já foram riscados da lista :)))

Qual foi o maior disparate que já fez na cozinha? 
Nas minhas primeiríssimas aventuras (básicas) na cozinha, e na primeira vez que utilizei uma frigideira antiaderente, percebi eu (mas porquê?!) que teria que aparecer uma bola vermelha no centro da frigideira para que estivesse no ponto de colocar os ingredientes e começar a cozinhar. Esperei imenso com a frigideira ao lume e nada de bola vermelha aparecer... arrisquei e coloquei um amburguer! É escusado será dizer que ficou preto, queimado, esturricado... além da fumarada que ficou!!! Este foi o maior disparate mas tendo em conta a quase nula experiência no campo, e idade... penso que está tudo bem! :)))

Na cozinha nunca me pode faltar... Ovos! Sinto que se tiver ovos está sempre tudo controlado! :P

Obrigada Joana 


2 comentários:

  1. Olá Joana! Gostei de te conhecer um pouco mais, praticamente ainda não sabia nada da Hortelã Doce. Muito sucesso! Beijinho

    Beijinho também para a Marta :)

    ResponderEliminar
  2. São também estas partilhas, que reúnem e promovem os bons encontros! O carinho a partilha do que o positivo e construtivo é capaz de unir e erguer.
    Gostei muito!
    Parabéns!

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...